O Teatro SESIMINAS recebe, nos dias 7 e 9 de junho, a ópera de Pergolesi, “La Serva Padrona”. A montagem traz a história de Uberto, o patrão da casa, Serpina, sua serva, e outro empregado, o divertido e mudo Vespone. Uberto, um burguês orgulhoso, criou Serpina como se fosse sua filha. Porém, ela está a cada dia mais mandona e impertinente, interessada em se casar com o patrão e se tornar a dona da casa! Para tornar o seu plano realidade, ela conta com a ajuda do oportunista e trapalhão Vespone, que irá se passar por um terrível Capitão, pretendente de Serpina, para finalmente tocar o coração do “patrãozinho” e mostrá-lo que, na verdade, ele também a ama como uma esposa…ou melhor, como uma patroa.

A montagem da ópera “La Serva Padrona” é dirigida por Francisco Mayrink, tendo no elenco a soprano Melina Peixoto e os baixos André Fernando e Thiago Roussin, além de Patrícia Valadão no cravo. O trio de cantores será acompanhado pela tradicional Orquestra SESIMINAS, que também marcou presença em sua versão cinematográfica de 1998, que teve direção de Carla Camurati. 

“‘La Serva Padrona’” é uma obra bastante conhecida do compositor italiano Giovanni Battista Pergolesi. Faz parte do gênero da música barroca chamado de intermezzo, originalmente destinado a ser apresentado no intervalo de uma ópera longa, de caráter mais sério. Os intermezzi barrocos tinham um caráter cômico, como é o caso de La Serva Padrona, que promete agradar o público com a sua divertida história”, comenta o maestro Felipe Magalhães, regente da Orquestra SESIMINAS e diretor musical desta montagem.

Apresentações – A primeira récita – apresentação – da ópera “La Serva Padrona” será no dia 7 de junho, às 20h30. A montagem faz parte do projeto Artes e Cordas, do Centro Cultural SESIMINAS Belo Horizonte. Compre seus ingressos aqui.

A segunda récita, no dia 9 de junho, às 11h, faz parte da programação anual do projeto Promenade, também do SESIMINAS. Adquira seus ingressos neste link.

Serviço
La Serva Padrona, de Pergolesi

Datas: 7/06, às 20h30, e 9/06, às 11h
Local: Teatro SESIMINAS –  Rua  Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, Belo Horizonte
Ingressos: R$50 e R$25 

.

.

Um grupo tradicional – A Orquestra SESIMINAS é o mais tradicional grupo orquestral de Minas Gerais, tendo sido fundada em 1986, pelo maestro Marco Antônio Maia Drumond. Durante seus mais de 37 anos de história, conta com mais de 1.100 concertos realizados em pátios de fábrica, canteiros de obras, espaços públicos, hospitais, escolas, além das melhores salas de concerto da capital e de todo o estado.

Desde 2020, o grupo tem regência titular e direção artística do maestro Felipe Magalhães. Em 2023, a programação da Orquestra foi inteiramente reformulada, organizando a temporada em quatro séries de concertos que você pode conhecer aqui

Regente titular e diretor artístico: Felipe Magalhães
Violinos primeiros: Elias Barros (Spalla), Ravel Lanza, Rafael Marzagão, Henrique Rocha, Vitor Dutra e Hozana Barros
Violinos segundos: Gláucia Borges, Thiago Barros, Fellip Matheus, Filipi Sousa e Olga Buza
Violas: Cleusa Nébias, Joice Rafaela, Gláucia Barros e Alex Evangelista
Violoncelos:  João Cândido, Firmino Cavazza e Antônio Viola
Contrabaixo: Thiago Santos e Filipe CostaArquivista e montador: Jussan Meireles

.

Denise Lucas
Imprensa FIEMG